terça-feira, 17 de novembro de 2009

O símbolo perdido - Dan Brown - Ed. Sextante - LANÇAMENTO




A data oficial de lançamento é dia 20 deste mês, mas em muitas lojas já é póssível encontrar a nova aventura protagonizada por Robert Lagdon, personagem dos melhores livros de Dan Brown, o mesmo de O Código Da Vinci.

Já estou com um exemplar na mão e só ainda não o terminei por falta de tempo. Não dá vontade de parar.
Dessa vez, Langdon, o simbologista, acabou envolvido em uma trama com a maçonaria. Antes, já havia se metido com os Iliminatti e descoberto o lendário segredo do Santo Graal (chegou mesmo a ter um affair com uma descendente de Jesus! O cara é bom!).

Dan Brown não é um escritor de grandes metáforas e muito provavelmente não se tornará um daqueles a quem possamos chamar de clássico no futuro. É um escritor de sua época e com tal, sabe com preciosidade capturar o espírito dos thrillers que mexe de maneira certeira com o público falando de temas religiosos e ocultistas. Seus romances tem o tal time e a pegada na justa medida.

Merece ser lido, mas aproveite, ele tem prazo de validade, ainda que não fique claro, quando vence.

domingo, 25 de outubro de 2009

Não sei se o pessoal já comentou aqui sobre essa série de livros catalogada "infanto-juvenil", mas Percy Jackson e os Olimpianos (ed. Intrínseca) é uma saga muito interessante e divertida que já está virando filme tamanha repercussão que tomou.

Percy Jackson é um menino com dislexia e TDAH que em seis anos foi expulso de seis escolas. Ele acaba descobrindo aos poucos que é filho do deus Poseidon e que os deuses da mitologia grega não são meras "estórias". Confuso com tudo isso, ele tem a missão de evitar uma guerra entre Zeus e Poseidon por conta do roubo da "arma" de Zeus, os raios (ou relâmpagos), que na verdade, fora Hades quem roubou.

A narrativa tem um ritmo alucinante e com pitadas de humor que, sobretudo os interessados em mitologia, adorarão. A despeito de como o autor faz uso da mitologia, é muito legal resgatar essas histórias que, para essa geração, estavam um pouco perdida.

Vale muito à pena ler.

No Brasil, os três primeiros livros estão publicados: "O ladrão de raios", "Mar de monstros" e "A maldição do Titã".

O filme "O ladrão de raios" está previsto para fevereiro de 2010 e as gravações já começaram em Vancouver.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Editora Objetiva lança livros de bolso



A editora Objetiva lançara no próximo mês (novembro) seu mais novo selo, o Ponto de leitura. São livros de bolso a "baixo" custo (na minha opinião, deveriam ser os preços dos livros normais). Por R$ 9,90 será possível adquirir, por exemplo "Gula", de Luis Fernando Veríssimo. Mas também será o único nesse valor. Os demais, que incluem obras de Stephen King e Elite da Tropa, terão preços variados com um teto máximo de R$ 19,90.
Já há uma extensa programação de lançamentos mês a mês até julho de 2010.
O projeto é uma cópia do Punto de lectura da editora Santillana na Espanha, grupo parceiro da Objetiva no Brasil e que possui parte de seu controle, e faz bastante sucesso na Europa.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O Lobo - Joseph Smith - Ed. Alfaguara


Joseph Smith se utiliza de um gênero não muito comum hoje em dia, porém com sua popularidade ainda em alta e magneticamente ativo para a captação de atenção humana, a fábula.
O lobo é um romance onde o narrador é um lobo faminto passando por um inverno rigoroso na floresta em que vive. Sua dificuldade para obter a caça e seus pensamentos existenciais fazem dessa, uma ble ametáfora das dificuldades humanas (e lupíneas) e sua superação.

Livro bem interessante que vale bastante à pena de ser lido. Não é auto-ajuda!

Preço: R$ 29,00





sábado, 3 de outubro de 2009

O Rei Branco - ed. Intrínseca

Iniciei esse livro com alguma desconfiança, confesso. A sinopse dele não me agradou (leia aqui: http://www.intrinseca.com.br/catalogo_ficha.php?livrosID=51) e a única coisa que me fez entrar pela "porta" dessa leitura foi o fato de ser um romance húngaro e o mesmo ter ganho um prêmio Sándor Márai, ainda que eu nem soubesse da existência de tal premiação.
Mesmo tendo um estilo "Saramaguiano" de escrita, sem muita interrupções pela pontuação, estilo que também não me atrai muito, O rei branco mostra-se um belo, belíssimo drama de um menino que cresce vivendo a nostalgia esperançosa da volta de um pai levado pelas autoridades ditatoriais de seu país. Não é um livro sobre a ditadura, seja de que país for, é um livro sobre o impacto da opressão na mente em desenvolvimento.
Temos só uma certeza quando terminamos, os prêmios literários alcançados por Dragomán por seu romance são o que há de menos importante para que iniciemos a leitura desse texto.

R$ 29,90

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

1001 comidas para provar antes de morrer - Ed, Sextante

A editora Sextante continua a sua saga pelas 1001 coisas para se fazer antes de morrer e dessa vez vem com dois lançamentos logo de uma vez previstos para amanhã (15/09/2009):


1001 comidas para provar antes de morrer. Este promete uma viagem gastronômica pelo mundo de dar água na boca.
"Ilustrado com belas fotografias, este livro traz descrições detalhadas de cada alimento, indicando seu local de origem, sua história, as características que o tornam especial e a melhor forma de prepará-lo para que seja apreciado com toda a reverência que merece.", diz o site da editora que coloca o livro na lista dos que estão no prelo.




O outro lançamento não é para se fazer nada mas, rever.
1001 dias que abalaram o mundo promete contar os fatos mais marcantes da história iniciando do Big Bang (!!) até a eleição do primeiro presidente negro dos EUA.














Ambos custarão R$ 59,90, assim como seus antecessores, e são ricamente ilustrados.


Cabe a pergunta: Será que só estrão disponíveis no stand da editora na Bienal do Rio ou poderemos encontrá-los nas melhores casas do ramo já amanhã?



sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Inclusão Cultural

Em tempos de inclusão digital, o site Submarino promove a inclusão cultural. Livros por R$ 9,90!!

Um verdadeiro dumping no mercado de livrarias, mas quem saiu ganhando foi o consumidor. Quem poderia imaginar poder comprar por menos de R$30,00 toda coleção do Senhor dos Anéis de Tolkien (R$ 9,90 cada volume) ou o Dicionário universitário dos filósofos por R$ 9,90?

Livros que custam R$ 40,00, R$ 50,00 ou até mesmo acima dos R$ 70,00 sendo vendidos a R$ 9,90.

Claro, paga-se o frete, mas ainda assim é bastante vantajoso. E se reunir uma turma inteira para comprar junto e rachar o frete?

Como o Submarino consegue isso, não sabemos e nem nos interessa, por hora e em tempos de livros tão caros, saber. Mas é um belo convite à leitura!